O FANTÁSTICO MUNDO DA GENÉTICA HUMANA!!

NOVGEN

 

Outubro Rosa

Outubro é o mês escolhido para celebrar mundialmente a campanha de conscientização da sociedade sobre o diagnóstico precoce e prevenção do Câncer de Mama.

Embora o câncer de mama seja mais comum entre as mulheres, 1% dos casos acomete também os homens.

Não há uma etiologia única para o câncer de mama, sendo a combinação de eventos hormonais, genéticos e ambientais os propulsores da formação do tumor. O estradiol e a progesterona, hormônios produzidos nos ovários, quando desregulados, podem contribuir para o desenvolvimento do câncer de mama. Além disso, os genes BRCA1 (# 113705) e BRCA2 (# 600185), que regulam o ciclo celular, quando mutados estão relacionados tanto ao alto risco de câncer de mama em mulheres jovens quanto em homens. Essas mutações são responsáveis por cerca de 10% dos casos de câncer mamário.

Com o envelhecimento, todas as mulheres estão sujeitas a desenvolver a doença, todavia, existem alguns fatores de risco endógenos e exógenos, tais como: menarca precoce; menopausa tardia; idade do primeiro parto após os 30 anos; nuliparidade (nunca ter tido um parto); antecedentes familiares de câncer de mama; exposição à radiação ionizante, durante a fase fértil da mulher; obesidade; ingestão de álcool; história de doença proliferativa benigna da mama; mutação; dieta rica em gorduras, etc.

Para o diagnóstico é recomendado a realização do Exame Clínico das mamas e Exames de Imagem, como mamografia (deve ser anual após os 40 anos). A confirmação diagnóstica é feita apenas com a biópsia, técnica que consiste na retirada de um fragmento do nódulo ou da lesão suspeita por meio de punções (extração por agulha) ou de uma pequena cirurgia.

O tratamento do Câncer de Mama depende da fase em que a doença se encontra (estadiamento) e do tipo do tumor. Pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica (terapia alvo). Quando a doença é diagnosticada no início, o tratamento é mais efetivo. No caso de metástases (quando o câncer se espalhou para outros órgãos), o tratamento consiste na melhora da qualidade de vida.

 

Serviços relacionados ao Câncer de Mama:

A UNIFESP possui o GRUPO DE APOIO ÀS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA com o setor de Serviços de saúde, serviço especializado na orientação às mulheres com câncer de mama com. Faz parte de um projeto maior, através de um trabalho realizado por uma equipe multidisciplinar, que oferece no Hospital São Paulo uma intervenção de 10 encontros temáticos, onde os temas são aprofundados, ajudando as pacientes a conviverem melhor com essa nova realidade. Mais informações, acesse http://www2.unifesp.br/dgineco/mama.htm

 

Sites relacionados ao Câncer de Mama, acesse:

https://omim.org/entry/113705

(OMIM, # 600185)

http://omim.org/entry/600185

 

Para saber mais, acesse: @clubesaber aqui no Facebook (https://www.facebook.com/clubesaber) e @clubedosaber no instagram (https://www.instagram.com/clubedosaberunifesp/)

 

Bibliografias consultadas:

  1. Tipos de câncer. Câncer de Mama. Disponível em: https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-mama
  2. Adesão das usuárias das unidades básicas de saúde do município de Rubelita - Minas Gerais aos métodos de detecção precoce do câncer de mama. Disponível em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/Adesao_usuarias_das_Unidades.pdf
  3. Câncer de Mama - Genética. Disponível em: https://dle.com.br/biologia-molecular-genetica-humana/cancer-de-mama-genetica

 

 

 

 

 

© 2013 - 2018 Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
Escola Paulista de Enfermagem
Rua Napoleão de Barros, 754 - São Paulo - SP - CEP: 04024-002
Pabx: (11) 5576-4430